Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As histórias de Elma

As histórias de Elma

Am I a good girl, or a bad girl? 

26.01.20, AshistoriasdeElma

 

Am I a good girl? 

Sim, sou uma boa rapariga, pelo menos gosto de pensar que sim. 

Quem me conhece no meu dia a dia, sabe que sou uma pessoa simples, de bons modos e de fácil trato.

Aos 42 anos, sinto-me muito jovem, sinto-me como se fosse ainda uma menina com tanto para dar e tanto para aprender. 

Tenho vivido no meu tempo, sem stresses, sem prazos a cumprir. 

Estou muito a tempo de experimentar coisas novas e com vontade de viver muitas mais. 

Já falei aqui de fantasias sexuais, daquelas que me arrepiam e me fazem sentir bem mais viva. Outras tenho outras que me excitam só de pensar. 

Sou casada e realizada com o meu marido. 

Realizada porque com ele posso partilhar estas fantasias! Posso falar e imaginar, e isso já por si é muito bom. Esta abertura de casal. 

Estávamos chateados, aqueles arrufos de casal, normais!

Aqueles arrufos que sabe bem quando se resolvem na cama. E esta noite foi bom, muito intenso. 

Esta noite enquanto fazíamos amor partilhei que queria ser penetrada por outro homem. Queria ser penetrada duplamente. 

Falar sobre isso enquanto se faz amor.  Tráz intensidade, tesão. 

Fico louca com isso. Desejo muito esse cenário. Desejo-o quando estou com o meu marido. Fecho os olhos e imagino-o. 

Ele fica super excitado com o que lhe digo, como o digo. 

Enquanto ele me penetra, penetro-me também com os dedos, e ele pede-me para parar! Fica desconcentrado!

E diz-me que um dia se acontecer, sentir outro membro a entrar em mim, e a roçar nele, que não vai aguentar. 

E foi bom, muito bom. É algo nosso, especial. 

Existem receios de o por em prática, mais dele que de mim. Mas ainda bem que sim, preciso da sua moderação. 

Um dia teremos maturidade para tal. Eu sei que sim, porque acredito. 

E aquilo em que acredito é o meu mundo. Com tudo isto! 

Am I a good girl, or a bad girl? 

 

Um beijo a quem me lê 

Elma 









13 comentários

Comentar post